Como evitar a candidíase


Estamos na estação mais quente do ano e é preciso redobrar os cuidados com a saúde, especialmente em relação às doenças que vem junto com o calor. Uma delas é a candidíase, que se prolifera justamente na temporada em que as pessoas transpiram mais e usam com mais frequência roupas de banho, como biquínis e sungas molhados por longos períodos.


Homens e mulheres podem desenvolver o fungo Cândida albicanis, que provoca a indisposição e é natural do corpo humano, porém não significa que a pessoa terá a doença ao longo da vida. É importante sempre observar os sintomas, principalmente quando há o desequilíbrio imunológico, que causa a multiplicação dos fungos e consequentemente a doença.

A incidência deste tipo de enfermidade é mais comum nas mulheres, pela região da vagina ser úmida, propícia para propagação dos fungos, os quais apresentam sintomas como vermelhidão, coceira, aumento da secreção vaginal. Nos homens, aparecem feridas na parte genital. Apesar do desconforto, o tratamento da candidíase é simples, desde que orientado por um médico, com comprimidos antifúngicos e pomadas anti-inflamatórias.


Entretanto, reforço a importância da prevenção, imprescindível para curtir o verão com tranquilidade. Portanto, a recomendação é evitar ficar com biquínis molhados por muito tempo, assim como afastar o uso de absorventes diários, que abafam a região. Atentas a essas dicas é só aproveitar os dias mais longos do ano com muita saúde.


Maria Letícia Fagundes escreve semanalmente na coluna Elas por Elas, no jornal Tribuna do Paraná.


#saúdedamulher

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

2016 - MaisMarias - Todos os direitos reservados